Héracles e a morte de Lino

Anfítrion cuidava mais de Héracles que do próprio filho. Desde cedo, o filho de Alcmena contou com o ensino dos maiores sábios, artistas famosos e lutadores famosos. O herói aprendeu a ler e escrever, estudou literatura, filosofia, astronomia, música e canto. Lino, filho de Apolo e da musa Urânia, era o encarregado de ensinar música ao jovem.

Apesar de jovem, Héracles nunca usou sua força para causar danos arbitrários a terceiros, contudo não se submetia ao abuso ou maus tratos de quem quer que fosse. Quem provocava sua ira implacável, sofria consequências temíveis – foi o que aconteceu com Lino.

Héracles gosta de música tanto quanto de todas as demais coisas que aprendia, mas, quando começou a aprender lira, teve sérias dificuldades. Com seus dedos grossos e fortes ele sempre acabava arrebentando as cordas; seu professor, Lino, ficava desesperado, praguejava contra deuses e demônios. Por mais que Héracles se esforçasse, não conseguia melhorar, e, certo dia, na execução de um exercício difícil, arrebentou todas as cordas de uma só vez. Para Lino aquilo foi a gota d’água. Perdeu a paciência e, ensandecido, começou a bater no seu pupilo como se quisesse matá-lo. Não suportando mais a aula nem o professor, Héracles arremessou a lira na cabeça do mestre com uma força incontrolável; o instrumento atingiu violentamente Lino, que caiu morto.

O jovem Héracles foi levado ao tribunal e os juízes acusavam-no de ter cometido um crime terrível e injustificável. No entanto, o herói era capaz de se defender, pois tinha recebido vários ensinamentos, inclusive sobre política. Então ele explicou que não teve a intenção de matar seu professor e citou uma lei decretada pelo maior legislador da Grécia, Radamanto: aquele que é atacado tem o direito de retaliar. Os juízes não tiveram mais o que dizer e declaram Héracles inocente.

Palaistra_scene_Louvre_G457

Referência:

STEPHANIDES, M. Hércules. Trad. MICHAEL, M. P. São Paulo: Odysseus, 2005.

Anúncios
Categorias: Curiosidades, Heróis | Tags: , , , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Pensamentos Flutuantes

Entre devaneios e realidade, ideias ascendentes

%d blogueiros gostam disto: